Padre Sérgio – Liev Tolstói

A novela Padre Sérgio, de Liev Tolstói, é daqueles escritos do autor russo em que sobram “tolstoísmos”. O empenho na defesa de um certo tipo de cristianismo não ofusca, mas não engrandece a prosa do gênio literário.

O livro é leitura recomendada para quem se apaixonou pela forma desse russo fazer literatura e também pelos detalhes da sua caminhada intelectual-religiosa. É um texto curto, menos de 100 páginas.

O valor do livro é caro na edição da Cosac: R$ 56, com capa dura. Vale pelos apêndices e sempre precioso tratamento do conteúdo. De certa forma, tem valor e apresentação à altura dos fãs de Tolstói.  Para quem ainda está começando uma possível caminhada de descoberta do autor, recomendo começar pelo volume de contos que eu já comentei aqui (O Diabo e outras histórias) e seguir rumo a Anna Kariênina, Ressurreição e finalmente Guerra e Paz, que a Cosac lança no segundo semestre.

Sinopse:
Publicado em 1898, este volume está entre as obras-primas do grande escritor e pensador russo Liev Tolstói (1828-1910) e traz as marcas de suas preocupações morais e religiosas, que resultaram numa versão muito pessoal do cristianismo e lhe renderam a excomunhão da Igreja Ortodoxa em 1901. O protagonista do livro, um príncipe e militar admirado por seu sucesso e beleza física, rompe noivado e ingressa num monastério, tornando-se candidato a santo. Também na fé experimenta uma forte crise, reflexo dos acontecimentos na Europa em meados do século XIX.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s