Pentecostalismo: 100 anos no Brasil

A Revista do Instituto Humanita Unisinos publicou uma edição cujo tema principal é o centenário do pentecostalismo no Brasil (clique aqui para baixar). Em destaque, contribuições do historiador e doutor em História da Igreja, Alderi Souza de Matos, da professora da UERJ, Cecília Mariz, do sociólogo e presbítero da Assembleia de Deus Betesda, Gedeon Freire de Alencar, do jesuíta e professor da Unisinos, Inácio Spohr, do jornalista Marcos Sá Correa, da professora da Escola de Serviço Social da UFRJ, Maria das Dores Campos Machado, do professor da Umesp, Leonildo Silveira Campos, e do sociólogo Ricardo Mariano

Um exemplo do que encontrar na edição é a entrevista com Ricardo Mariano, doutor em Sociologia e autor de Neopentecostais: Sociologia do novo pentecostalismo no Brasil (São Paulo: Edições Loyola, 2005). Ele avalia os 100 anos da presença pentecostal destacando que nesse período essa vertente da expressão religiosa se consolidou na base da pirâmide social. Avalia que, nos próximos anos, essas igrejas devem passar por uma “qualificação pastoral e de sua prédica, mais ao gosto das classes médias”. Boa dica de leitura para os interessados no tema.

http://www.metodista.br/fateo/noticias/fateo/materiais-de-apoio/artigos/o-pentecostalismo-no-brasil-cem-anos-depois-uma-religiao-dos-pobres/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s