Uma máquina do status social

“Sonhei mudar de casta e por minha vez levar os pedestres a abrigarem-me alas, sob a pena de esmagamento. (…) Foi, pois, com o maior enlevo d’alma que entrei certa manhã numa agência e comprei a máquina que me mudaria a situação social. Um Ford.” Trecho do início do romance O Presidente Negro, de Monteiro Lobato, recentemente reeditado pela Editora Globo.

Anúncios

Uma resposta para “Uma máquina do status social

  1. sonho virou pesadelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s